Carrinho: 0,00€
Isuu Mastodon
  • info@bio-farma.es
  • Transporte gratuito a partir de € 36,30 Espanha
Carrinho: 0,00€

MGO Manuka Mel

Mel de Manuka Monofloral O Mel de Manuka da Manuka Nova Zelândia ajuda na manutenção da saúde digestiva, possui excepcionais propriedades antibacterianas, anti-sépticas, anti-inflamatórias, anti-infecciosas e antioxidantes, também aumenta a energia natural e melhora o sistema imunológico, sendo o único alimento 100% natural em em todo o mundo que provou ter atividade antibacteriana confiável e eficaz.

MGO Manuka Mel MGO Manuka Mel

De onde vem o mel Manuka?

O mel de Manuka vem de uma planta nativa da Nova Zelândia que cresce selvagem em regiões com climas oceânicos amenos. Leptospermum Scoparium, como é tecnicamente chamado, é um arbusto ou pequena árvore da família Myrtacéa e é composto por pequenas folhas perfumadas e flores brancas perfumadas (não confundir com Kanuka).

O mel Manuka é produzido por abelhas no sul da Nova Zelândia e é colhido de 4 a 6 semanas por ano. Apenas alguns apicultores conseguem recolher e garantir a qualidade deste mel, através de controlos rigorosos ao longo do seu processo de produção e produção, supervisionados de perto pelas autoridades do país.

Estudos científicos confirmam que contém antibióticos naturais capazes de destruir bactérias mutantes (incluindo BRSA) que se tornaram resistentes aos antibióticos, mesmo em infecções por estafilococos. Também foi constatado que possui propriedades antiinflamatórias ao reduzir a dor associada a feridas, aumentar a circulação sanguínea e até acelerar a formação de novo tecido cicatricial, além de possuir propriedades antioxidantes e um perfil equilibrado de vitaminas e minerais essenciais .

O Mel Monofloral MGO Manuka é um mel 100% puro, cru, inalterado, não filtrado ou pasteurizado que possui essas propriedades. O professor Thomas Henle da Universidade de Dresden, na Alemanha, e o seu grupo de investigação científica fizeram a descoberta mais revolucionária do mel de Manuka em 2008, determinando que a substância activa responsável por conferir a este mel as suas propriedades antibacterianas é o Metilglioxal.

Ao contrário do peróxido de hidrogênio, que encontramos no mel comum, o Metilglioxal ou MGO não é neutralizado pelas enzimas do trato intestinal, por isso é tão eficaz no combate às bactérias. Sem causar nenhum tipo de efeito adverso às bactérias essenciais ao nosso processo de digestão.

Historicamente, o mel de Manuka tem sido utilizado na medicina popular, os Maori (aborígenes da Nova Zelândia) utilizavam compressas de Manuka para tratar queimaduras, infecções, picadas de insetos e feridas de seus guerreiros.

 

O que significa Manuka Honey MGO ou Manuka Honey MGO?

MGO significa Metilglioxal .

O metilglioxal é o único responsável pela bioatividade estável, muito elevada e exclusiva do mel Manuka da Nova Zelândia .

A medição MGO é um padrão usado pelo Ministério das Indústrias Primárias (MPI) na Nova Zelândia. O metilglioxal é uma substância mensurável.

  • Mel Manuka Monofloral MGO 100+ Mel Manuka Nova Zelândia (100 mg/kg) - Padrão: Usado para nutrição, bem-estar, queimaduras, cortes, resfriamento, etc.
  • Mel Manuka Monofloral MGO 250+ Mel Manuka Nova Zelândia (250 mg/kg) ? Médio: Usado para nutrição, bem-estar, trato gastrointestinal, mau hálito, feridas, escaras, etc.
  • Mel Manuka Monofloral MGO 400+ Mel Manuka Nova Zelândia (400 mg/kg) ? Alto: Usado como procedimento para choque, queimaduras, feridas, escaras. Por ingestão alivia tosse, gastroenterite, bronquite, amigdalite, úlceras bucais, úlceras estomacais e duodenais, etc.
  • Mel Manuka Monofloral MGO 550+ Mel Manuka Nova Zelândia (550 mg/kg) ? Muito Alto: Usado como procedimento para choque, queimaduras, feridas, escaras. Por ingestão alivia tosse, gastroenterite, bronquite, sinusite, amigdalite, úlceras bucais, úlceras estomacais e duodenais, etc.

 

Valores de MGO superiores a MGO 550+ raramente são encontrados na natureza e, por esse motivo, não são produzidos naturalmente pelas abelhas. Valores de MGO superiores a 550+ podem ter sido aquecidos e, portanto, alterados artificialmente. Também pode ser um indicador de mel velho.

A medição de Metilglioxal (MGO) é um método de teste científico comprovado onde existe apenas uma margem de erro inferior a 2%. O teste de certificação Metilglioxal (MGO) é um sistema reconhecido e exigido pelo governo da Nova Zelândia. A Manuka New Zealand mede todo o seu mel com base em substâncias mensuráveis: MGO (Metilglioxal), DHA (ácido docosahexaenóico, ácido graxo poliinsaturado essencial da série ômega-3) e HMF (hidroximetilfurfural ou 5-hidroxi-metilfurfuraldeído, produto da decomposição de açúcares (monossacarídeos) existentes no mel).

A Manuka New Zealand produz apenas o autêntico mel de Manula MGO da Nova Zelândia cru, não filtrado e não pasteurizado.

Manuka Nova Zelândia produz apenas mel Manuka Monofloral MGO da Nova Zelândia. Isso significa que 100% do mel vem exclusivamente do arbusto/árvore Manuka, nativo e exclusivo da Nova Zelândia.

 

Como você pode consumir Manuka Honey ou Manuka Honey?

O mel de Manuka pode ser consumido de diversas maneiras: em smoothies, em iogurte, no pão, em biscoitos, em pratos diversos, etc. Porém, infundir é uma pena porque todas as suas qualidades únicas são destruídas pelo calor.
O mel Manuka, claro e preferencialmente, pode ser consumido diretamente da garrafa, se você quiser experimentar o sabor autêntico e puro do mel Monofloral Manuka da Nova Zelândia, ou dissolvido em líquido em temperatura ambiente (por exemplo, uma colher de sopa em uma xícara de smoothie, suco ou em um copo de água).

 

Como posso saber se este mel Manuka é autêntico?

A Manuka New Zealand testa e testa todo o seu mel em laboratórios. Manuka New Zealand inclui um emblema dourado no rótulo que indica a concentração de MGO contida no produto, garantindo o verdadeiro e autêntico mel Manuka.
A Manuka Nova Zelândia produz apenas mel Monofloral Manuka onde as seguintes especificações e parâmetros foram verificados e contrastados pelos prestigiados laboratórios IANZ:

  • Cor.
  • Condutividade.
  • Gosto.
  • Aroma.
  • Presença de pólen de Manuka.
  • Presença de MGO, DHA e HMF.

 

Todos podem tomar Manuka Honey?

O mel monofloral Manuka pode ser usado por qualquer pessoa; exceto crianças menores de 1 ano e pessoas com alergia a produtos derivados de mel ou abelhas.

 

Mel Manuka Cru
É o mel mais puro, sem qualquer transformação, que chega ao consumidor diretamente do favo e com todas as suas propriedades intactas.

O mel cru é um alimento 100% natural, além de ser o mel mais puro que pode ser adquirido, podendo ser definido como o mel que não passou por nenhum tipo de processo transformativo desde o momento em que é coletado do favo até ser embalado para consumo, mantendo assim seu estado original e preservando-se em toda a sua integridade, devendo também permanecer inalterados a própolis, os minerais, os aminoácidos, o pão de abelha e o pólen que nele estão naturalmente presentes.

Qualquer mel, por sua natureza antibacteriana e antifúngica, não precisa ser pasteurizado como outros alimentos, pois é praticamente impossível que algo prolifere em seu interior se seus níveis de umidade permanecerem dentro dos limites normais; Porém, se for exposto ao calor, à luz ou à umidade por algum tempo, ele se altera e perde em grande parte suas propriedades nutricionais e terapêuticas, por isso se um mel pode ser considerado cru dependerá da forma como é extraído e processado. .

A centrifugação é a forma tradicional de extração do mel. Através deste processo, os maiores pedaços de cera são retirados e posteriormente coados para evitar impurezas e pequenos pedaços de cera que permanecem no mel após a centrifugação. Desta forma, o mel mais limpo é obtido através de um processo em que não é submetido ao calor em nenhum momento e, portanto, mantém intactas as suas propriedades naturais.

A filtragem sob pressão é um processo de filtragem industrial, aparentemente semelhante à coagem, e é utilizado por grandes produtores, mas é contraproducente para o mel, pois altera o estado do produto e elimina parte dos seus nutrientes. Durante a filtração sob pressão, o mel é aquecido para posteriormente ser bombeado através de minúsculos microfiltros que o expelem em alta velocidade, introduzindo-o diretamente nos recipientes onde será comercializado, da mesma forma que se faz com os refrigerantes. No caso do mel, o calor a que é submetido provoca alterações no seu estado natural e parte dos seus elementos nutricionais são eliminados ou retidos nas finas malhas que são utilizadas, obtendo-se assim um mel com um aspecto macio, refinado e cremoso. mas perdendo parte de suas propriedades.

O outro sistema atual de processamento de mel é a pasteurização. Durante esse processo térmico, os alimentos são submetidos a altas temperaturas, o que provoca a perda de nutrientes, bem como a destruição de enzimas durante o processo de aquecimento. No caso do mel, é especialmente importante para garantir que o estado natural do produto não seja alterado, que não haja alterações na diastase, uma enzima chave e sensível ao calor, portanto este processo é o que mais altera suas propriedades naturais.

 

Em mel cru:

  • Vitaminas, minerais e nutrientes permanecem intactos.
  • Maior teor de enzimas naturais e alto perfil de aminoácidos.
  • Consistência mais espessa, textura levemente granulada.
  • Aromas incríveis e perfil de sabor natural.
  • Contém pão de abelha.

 

Em Mel Filtrado/Pasteurizado:

  • Nutrientes perdidos no processo de aquecimento.
  • Destruição de enzimas e perda de cristalização natural.
  • Aparência suave, refinada e cremosa.
  • Perfil de sabor diminuído.
  • Pão de abelha de valor inestimável.

 

Portanto, se o uso pretendido do mel for terapêutico, o mais razoável e aconselhável é adquirir mel cru ou cru, pois, por não ter sido alterado de forma alguma, fornece todos os nutrientes que o mel contém de forma natural, podendo desfrutar plenamente de todas as suas propriedades e benefícios, obtendo assim os melhores resultados.

 

Propriedades do mel de Manuka

  • Redução da halitose pela ingestão de mel de Manuka


Estudo conduzido por: Hirokazu Shiga, Ayako Jo, Keiji Terao, Masato Nakano, Tomoko Ohshima e Nobuko Maeda.
Objectivos: Um número crescente de pessoas está preocupado com a sua halitose oral. A principal fonte de halitose são os compostos voláteis de enxofre (CSV), que são gerados através da quebra de proteínas contidas em resíduos alimentares na boca por bactérias orais como Porphyromonas gingivalis ou Fusobacterium nucleatum. O mel Manuka vem da árvore Manuka (Leptospermum scoparium) na Nova Zelândia e é conhecido por sua pronunciada atividade antibacteriana que nenhum outro mel possui. O mel de Manuka contém uma substância chamada metilglioxal (MGO), que apresenta forte atividade antibacteriana contra bactérias orais, por isso pode ser um alimento funcional promissor para cuidados bucais. Aqui mostramos um pequeno estudo realizado sobre a redução da halitose pela ingestão de mel de Manuka.

Métodos: Dez indivíduos saudáveis (idade média: 36 anos, 5 homens e 5 mulheres) foram selecionados e sua halitose foi medida antes e após a ingestão de mel de Manuka e mel de Acácia. A concentração de VSC foi medida por croma oral (Halimeter RH-17K, Taiyo), e a concentração de bactérias anaeróbicas na boca foi avaliada pela atividade de urease (Atein mBA-400, Taiyo). A quantidade de MGO no mel foi medida usando RP-HPLC com detecção UV como a quinoxalina correspondente após derivatização pré-coluna com o-fenilenodiamina (Mavric et al. 2008).

Resultados: As concentrações de VSC e bactérias anaeróbias na boca diminuíram após a ingestão de ambos os méis, mas o efeito decrescente do mel de Manuka foi visivelmente mais forte do que o do mel de acácia. Foi demonstrado que o mel de Manuka tem 127 vezes mais MGO do que o mel de acácia por análise de RP-HPLC.

Conclusões: Uma vez que existe uma forte relação entre o nível de MGO no mel e a atividade antibacteriana, os resultados indicam que o efeito decrescente da halitose pelo mel de Manuka teria origem na forte atividade antibacteriana do MGO.

Hirokazu Shiga (CycloChem Co., Ltd.); Ayako Jo (CycloChem Co., Ltd.); Keiji Terao (CycloChem Co., Ltd.); Masato Nakano (Clínica Médica Nakano); Tomoko Ohshima (Departamento de Bacteriologia Oral, Faculdade de Medicina Dentária, Universidade de Tsurumi) e Nobuko Maeda (Departamento de Bacteriologia Oral, Faculdade de Medicina Dentária, Universidade de Tsurumi).

  • Mel de Manuka cru ? O aliado perfeito para todo o ano, não apenas no inverno

 

Você é uma das muitas pessoas que só procuram mel cru de Manuka durante os meses de inverno? Se sim, você está perdendo os inúmeros benefícios que esse alimento incrível também pode proporcionar durante o resto do ano.

O mel cru de Manuka é um superalimento natural, feito por abelhas a partir do néctar da flor do arbusto Manuka, nativo da Nova Zelândia. Devido às suas propriedades únicas, pode se tornar um complemento benéfico a uma dieta saudável. Famoso pelas suas propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias, o mel de Manuka cru é um poderoso aliado em qualquer estilo de vida saudável, pois oferece inúmeros benefícios para ajudar naturalmente o nosso sistema imunitário, saúde digestiva, saúde oral, cicatrização de feridas, saúde da pele, níveis de energia, redução de inflamação. , qualidade do sono e proteção antioxidante.

Mas por que limitar o uso de mel Manuka cru exclusivamente durante os meses de inverno? Ao incorporar este superalimento em sua rotina diária, você poderá colher os benefícios de suas poderosas propriedades durante todo o ano. Seja tomado como está, incorporado em seu smoothie ou bebida matinal (sempre quente), usado como adoçante natural ou aplicado topicamente para acalmar e tratar problemas de pele, o mel Manuka cru é um ingrediente versátil e eficaz que pode ajudar a melhorar sua saúde e bem-estar. -ser.

Em resumo, o mel Manuka cru é um nutriente poderoso que a natureza nos oferece quando se trata de ajudar o nosso corpo contra patógenos nocivos e radicais livres, uma vez que as suas propriedades antibacterianas e antioxidantes podem ajudar a fortalecê-lo.

  • Mel de Manuka. O melhor antibiótico natural.

 

Além das preparações nutricionais, existem outros suplementos de origem natural que também fornecem energia extra para a prática desportiva ou para a nossa vida em geral: ginseng, levedura de cerveja, gérmen de trigo, lecitina de soja, pólen, geleia real, etc.

Entre os suplementos naturais, um dos mais comuns é o mel. Embora existam muitos tipos diferentes de mel, um deles se destaca dos demais pelas suas propriedades antibacterianas, antioxidantes, antiinflamatórias e anti-infecciosas: é o mel de Manuka.

Descoberto há mais de 4.000 anos, o mel de Manuka vem da polinização do néctar da árvore Manuka (Leptospermum-scoparium), mais conhecida como Tea Tree, nativa da Nova Zelândia. Contém vitaminas A, C, D, B1, B2, B3, B5 e B6, bem como diversos minerais e oligoelementos como fósforo, cálcio ou ferro.

Mas o que torna esse mel mais especial é uma substância natural chamada Metilglioxal (MGO), que se encontra em altas concentrações no néctar de suas flores. Esta substância, ao contrário do peróxido de hidrogénio, não é neutralizada pelas enzimas intestinais e daí a sua grande eficácia. Graças a ele, nos ajudará a combater de forma mais eficaz todos os tipos de bactérias responsáveis por úlceras estomacais, úlceras duodenais e gastrites.

Além da proteção que proporciona contra bactérias, o mel de Manuka também tem outros efeitos positivos, como o tratamento de doenças de pele, eczema, queimaduras, acne ou infecções fúngicas. Também é capaz de reparar a pele danificada e regenerar o seu crescimento, além de aumentar a nossa energia e estimular o nosso sistema imunitário de forma natural. Em suma, as suas inúmeras propriedades benéficas fazem dele um dos elementos mais preciosos da natureza.

  • Mel de Manuka. Excelente contra bactérias

 

Um estudo realizado na Austrália traz novidades nesse sentido.

A crescente resistência das bactérias aos antibióticos fez do mel uma solução barata e natural para evitar infecções em feridas abertas. Em comparação com tratamentos antibióticos caros que podem durar semanas, um estudo realizado pelo Instituto I3 e pela Universidade de Tecnologia de Sydney, na Austrália, mostrou que é igualmente eficaz usar mel medicinal para desinfetar feridas crônicas.

?A evolução criou uma alternativa aos antibióticos que também evita que as bactérias se tornem resistentes?.

?O mel nunca estraga e isso porque as bactérias não conseguem crescer nele?, afirma a responsável pelo estudo, Elizabeth Harry.

Estudo sobre dois tipos de mel

Ainda assim, o mel comum não é adequado para uso médico, pois não possui proporção suficiente de componentes antibacterianos. Por esta razão, o estudo centra-se em dois tipos de mel originários da Nova Zelândia, manuka e kanuka.

Harry explica que ?ambos registram altas proporções de peróxido de hidrogênio e metagloxil, que são componentes antibacterianos, embora o manuka seja mais eficaz para tratamento médico?. O estudo também mostra que o mel manuka não possui um único componente antibacteriano e é provável que outros tipos de mel com diferentes níveis de peróxido de hidrogênio e metagloxila tenham propriedades semelhantes.

?Muitos investigadores tentam identificar o componente do mel que impede a reprodução das bactérias, mas na verdade há mais de um, talvez centenas, que provocam este efeito?, sublinha o especialista.

Resistência a bactérias preocupa OMS

A crescente resistência das bactérias aos antibióticos tornou-se uma das maiores preocupações do setor médico e a Organização Mundial de Saúde classificou-a como um dos três problemas de saúde mais graves a nível mundial.

Por outro lado, a utilização do mel para fins médicos representa um custo mínimo em comparação com as despesas de investigação e testes necessárias para desenvolver um antibiótico.

Segundo Elisabeth Harry, produzir um antibiótico requer em média dez anos de investigação e um custo de milhões de euros: ?nos últimos vinte anos apenas foram aprovados dois antibióticos?, explica.

O debate sobre o elevado custo dos antibióticos em comparação com outros tratamentos naturais tem vindo a ganhar importância à medida que aumenta a proporção de idosos nos países desenvolvidos.

O tratamento médico mais comum para esse tipo de caso é a combinação de vários antibióticos para evitar que as bactérias desenvolvam resistência ao medicamento. Mas o estudo sobre as propriedades curativas do mel também conclui que, em casos extremos, a adição de mel ao tratamento médico dá resultados positivos.

A combinação permite reduzir a dose do antibiótico e o mel atua como dupla proteção, segundo Harry.

?Uma ferida crônica é aquela que permanece aberta por três meses ou mais, algo muito comum entre idosos ou pessoas que sofrem de diabetes?, afirma a pesquisadora. Da pesquisa à comercialização.



Vídeo:



Fonte:

https://www.researchgate.net/publication/266771658_Decrease_of_halitosis_by_intake_of_manuka_honey

 

Fabricantes / Laboratórios Relacionados



Artigos de blog relacionados


Categorias relacionadas


 
Ao clicar em 'aceite todos os cookies', você aceita que os cookies são armazenados no seu dispositivo para melhorar a navegação no site, analisar seu uso e colaborar com nossos estudos de marketing.
Configurações de cookies
Aceitar todos os cookies

Centro de preferências de privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode coletar ou armazenar informações em seu navegador, geralmente por meio do uso de cookies. Essas informações podem ser sobre você, suas preferências ou seu dispositivo e são usadas principalmente para fazer o site funcionar conforme o esperado. As informações geralmente não o identificam diretamente, mas podem fornecer uma experiência na Web mais personalizada. Como respeitamos seu direito à privacidade, você pode optar por não nos permitir o uso de determinados cookies. Clique no cabeçalho de cada categoria para saber mais e alterar nossas configurações padrão. No entanto, bloquear alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência no site e os serviços que podemos oferecer.

[política de cookies] [Mais informação]

Permitir todos eles


Gerenciar preferências de consentimento

Cookies estritamente necessários Sempre ativo

Esses cookies são necessários para o funcionamento do site e não podem ser desativados em nossos sistemas. Eles geralmente são configurados para responder a ações que você executa para receber serviços, como ajustar suas preferências de privacidade, fazer login no site ou preencher formulários. Você pode configurar seu navegador para bloquear ou alertar a presença desses cookies, mas algumas partes do site não funcionarão. Esses cookies não armazenam nenhuma informação de identificação pessoal.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contabilizar visitas e fontes de tráfego para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso site. Eles nos ajudam a saber quais páginas são as mais ou menos populares e a ver quantas pessoas visitam o site. Todas as informações que esses cookies coletam são agregadas e, portanto, anônimas. Se você não permitir esses cookies, não saberemos quando você visitou nosso site e, portanto, não poderemos saber quando você o visitou.

GDPR de Funcionalidad

Esses cookies permitem que o site ofereça uma melhor funcionalidade e personalização. Eles podem ser definidos por nós ou por terceiros cujos serviços adicionamos às nossas páginas. Se você não permitir esses cookies, alguns de nossos serviços não funcionarão corretamente. Ele também permite armazenamento relacionado à segurança, como funcionalidade de autenticação, prevenção de fraudes e outras proteções do usuário.

Cookies direcionados

Esses cookies podem estar em todo o site, colocados por nossos parceiros de publicidade. Essas empresas podem usá-los para criar um perfil de seus interesses e mostrar anúncios relevantes em outros sites. Eles não armazenam informações pessoais diretamente, mas são baseados na identificação única de seu navegador e dispositivo de acesso à Internet. Se você não permitir esses cookies, terá menos publicidade direcionada.

Cookies de redes sociais

Esses cookies são definidos por vários serviços de redes sociais que adicionamos ao site para permitir que você compartilhe nosso conteúdo com seus amigos e redes. Eles são capazes de rastrear seu navegador em outros sites e criar um perfil de seus interesses. Isso pode modificar o conteúdo e as mensagens que você encontra em outras páginas da web que você visita. Se você não permitir esses cookies, não poderá ver ou usar essas ferramentas de compartilhamento.


Confirmar minhas preferências

wait